sábado, 13 de abril de 2013

vida em Marte?

Vida em Marte?
Evolução


O robô Curiosity, que está dando uma voltinha em Marte, coletou uma amostra de rocha que sugere que este planeta já teve condições ideais para a sobrevivência de bactérias no passado.
Os cientistas na NASA descobriram nesta rocha, elementos fundamentais para a vida como carbono, hidrogênio, oxigênio, nitrogênio, fósforo e enxofre, o famoso CHONPS, que você já deve ter visto nas aulas sobre origem da vida na Terra. Resumindo, foram encontrados nessa pedra os ingredientes essenciais para a formação e manutenção da vida.
Mas Jubilut, não tem que ter água pra ter vida? Pois bem, essa rocha sedimentar foi encontrada justamente numa área chamada Baía de Yellowknife, que em um passado remoto, já abrigou água. Basicamente o robô turbinado achou uma pedra onde já foi um lago em Marte. Sinistro!!!
Com essa descoberta, é quase certo que Marte já abrigou condições ambientais propícias para a vida. Para confirmar está hipótese, novas amostras de rochas serão coletadas pelo robozoide.
Eu não sei se vocês notaram, mas apenas em nosso pequeno sistema solar nós temos dois planetas onde a vida pode ter sido formada. Imagina o que pode existir nos bilhões de planetas presentes no Universo?
Essa uma notícia que está repercutindo muito no meio científico e na mídia. É quase certo que vocês vestibulandos, encontrem algo a respeito deste assunto nas suas provas, incluindo o ENEM. Provavelmente a notícia estará embutida em uma questão sobre a origem da vida na Terra. Fiquem espertos!!!  
 

 

               

Este mapa com cor falsa mostra a área dentro da Cratera Gale em Marte onde o robô Curiosity pousou em 05 de agosto de 2012 e o local onde o robô recolheu sua primeira amostra perfurando a rocha "John Klein". A imagem combina dados topográficos com dados térmicos, que registram a capacidade da superfície para segurar o calor. O vermelho indica uma superfície que retém o calor por mais tempo. A área oval em preto indica a área de pouso do robô. A parte acima indicada como "alluvial fan" é uma área de detritos formada por água corrente. Parece provável que os sedimentos foram transportados por água para John Klein, que seria parte de um sistema de 'leques aluviais'. Os materiais fluíam com a água e os sedimentos acumulados para formar um ambiente habitável.